Contato


ONG Defesa e Cidadania da Mulher


Email: ongdcm@hotmail.com

Telefone: (13) 3495-4913

Endereço: Rua 1° de Janeiro, 954, Vila Mirim - Praia Grande/ SP

Um comentário:

  1. Cultura do Estupro sendo, constantemente, veiculada na mídia.

    Estou preocupada com a programação de filmes de um canal na TV , pois, constantemente, vejo que os filmes Doce Vingança 1 e Doce Vingança 2, os quais apresentam cenas de estupro e violência, estão sendo transmitidos, diversas vezes e, de vez em quando, até em sequência no canal Megapix, como, por exemplo, no dia 26 de dezembro, segundo a programação, serão exibidos os dois filmes em sequência a partir das 20h. Isso é preocupante, pois as cenas de estupro, tortura, violência sexual e física são intensas, o que pode vir a causar, no telespectador ingênuo ou ignorante, o despertar de vontade de machucar uma mulher ou tomá-la à força, uma vez que a televisão influência MUITO o comportamento do telespectador, principalmente se for uma pessoa que já possui um pensamento machista ou sádico. Além disso, a capa do filme contém a sexualização do estupro, pois apresenta o corpo da menina de uma forma sexual, contudo violentada, o que pode causar confusão na mente de algumas pessoas que não sabem diferenciar o sexo consensual da violência sexual. Realmente, tenho medo de que um indivíduo com más intenções e características agressivas veja as cenas de estupro dos filmes e queira repetir a mesma tortura contra uma mulher. Gostaria de pedir que a ONG entre em contato com a Megapix, ou com o responsável pelo canal Megapix, a fim de proibir a exibição desses filmes, NÃO SOMENTE NO CANAL DA MEGAPIX , MAS EM QUALQUER OUTRO CANAL DE TV, pois não é algo que as mulheres querem ver, visto que desperta insegurança, além do sentimento de impotência diante da violência à mulher. Gostaria que a ONG INICIASSE UMA CAMPANHA QUE FAÇA O ÍNDICE DESSES TIPOS DE FILMES VIOLENTOS CONTRA MULHERES DECAÍREM E/OU NUNCA MAIS SEREM PASSADOS EM NENHUM CANAL! Existem tantos filmes que falam de mulheres poderosas e inteligentes... Por que deixar a mídia persistir veiculando essa cultura do estupro? Por que veicular a imagem de uma mulher violentada? Agradeço e espero que a ONG consiga fazer mudanças na televisão em relação à exibição desses filmes. Gostaria que meu texto não fosse exposto na internet e nem minha identidade revelada. Agradeço e parabenizo-os por tantas conquistas e pela brava luta contra a violência à mulher. Por favor, atendam a esse meu pedido. SE NÃO DER PARA IMPEDIR A EXIBIÇÃO DOS FILMES EM TODOS OS CANAIS TELEVISIVOS, ENTÃO, POR FAVOR, PELO MENOS, ENTRE EM CONTATO COM A MEGAPIX PARA QUE A MENOS ELA PARA DE EXIBIR TAIS FILMES TERRÍVEIS!

    ResponderExcluir